<br>Longe dos holofotes desde a eleição de Andrés Sanchez, em outubro, o ex-dirigente e sempre influente conselheiro do Corinthians, Antonio Roque Citadini, aceitou falar com exclusividade ao <i>Virgula</i> sobre as declarações (à Folha de S. Paulo) do ex-presidente Alberto Dualib e de Kia Joorabchian, da MSI. “Não fiquei surpreso com nada do que eles disseram. Nessas horas, ninguém assume o que fez, falaram como se não tivessem nenhuma responsabilidade pela situação atual, pela queda à Série B. O Kia diz não ter culpa da dívida que deixou. Então quer dizer que foi um andróide que foi contratar o Nilmar, que fez um monte de trapalhada?”, disparou. “Ele inflacionou o mercado e deixou uma herança maldita.”

“O Kia se esqueceu, será, que invadiu vestiário para demitir técnico? Um dirigente invadindo vestiário para reclamar de um pênalti perdido, onde já se viu isso! E depois não é responsável pela situação atual, pelo que virou o clube”, protestou Citadini, lembrando o episódio da demissão de Tite, no Paulista de 2005, após a derrota por 1 a 0 para o São Paulo. Na ocasião, o chefão da MSI reclamou que o lateral Coelho havia perdido um pênalti que, na opinião do iraniano, o argentino Tevez deveria ter batido.

“O Dualib também tirou o corpo fora na entrevista”, retomou Citadini. “Ele cometeu um erro grave, que não tem justificativa, quando pôs no clube dinheiro que ele não sabia a procedência. E ele fez isso sendo avisado dos riscos. Fez porque quis, não tem desculpa”, disse. “Na verdade, o pessoal da diretoria queria aproveitar somente as coisas boas da parceria. Pensaram que ficariam com o dinheiro e as contratações sem as dificuldades que viriam junto. Por isso tudo deu errado.”

Além de conselheiro vitalício, Citadini é o atual presidente do Conselho de Orientação Fiscal (Cori), órgão forte politicamente no Corinthians. “Hoje sou do grupo de oposição no clube. Defendi um outro candidato a presidente, o Valdemar Pires, e tenho posições antagônicas em relação ao Andrés”, explicou.

<a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/gatorade_esporte/nota.php?ID=22394>Oposição a Andrés e previsões de que o buraco pode ser ainda mais fundo</a>

Sem mais artigos