O suposto interesse do Iraque para que Diego Maradona assuma o cargo de técnico da seleção de futebol desse país foi desmentido de maneira taxativa por sua Federação.

“Não há nenhuma negociação entre a Federação iraquiana de futebol e Diego Maradona, e nem sequer temos a intenção de contratá-lo”, disse o subdiretor do organismo, Abdul-Khaliq Masoud, informou nesta sexta-feira a agência estatal de notícias da Argentina “Télam”.

O suposto interesse do Iraque por Maradona tinha sido anunciado na quinta-feira em Buenos Aires por Hernán Tofoni, da empresa World Eleven, encarregada da organização dos jogos amistosos da seleção argentina.

“Ligaram para nós do Iraque pedindo-nos um treinador, oferecemos Diego e ficaram encantados. Esta semana eles jogam uma partida com a Síria, depois a direção se reúne e então tornarão oficial a oferta que já nos confidenciaram”, comentou Tofoni aos meios de comunicação de Buenos Aires.

Maradona foi treinador do Al Wasl, de Dubai, e após sua destituição do cargo continua como “embaixador esportivo” dos Emirados Árabes.

Federação do Iraque desmente que Maradona lhes interesse como técnico

Sem mais artigos