O tenista suíço Roger Federer, cabeça-de-chave número um e líder da Corrida dos Campeões e do ranking de entradas, conquistou neste domingo o bicampeonato do Torneio de Wimbledon (Inglaterra) ao derrotar na decisão o norte-americano Andy Roddick, segundo no ranking de entradas. Com o feito, Federer se igualou a Gustavo Kuerten como segundo tenista da ativa com mais títulos de Grand Slams, com três cada – perdem para o norte-americano Andre Agassi, que tem oito conquistas.

Sem mais artigos