<br>
O técnico do Palmeiras, Vanderlei Luxemburgo, admitiu nesta segunda-feira que ainda sonha em dirigir a seleção brasileira. "Todo técnico sonha em chegar à Seleção, isso eu já alcancei", disse ele. "Não posso dizer que não gostaria de voltar."

Luxemburgo esteve em Belo Horizonte (MG) nesta segunda-feira para a inauguração de uma das franquias do Instituto do Futebol Wanderley Luxemburgo (IWL). Na coletiva de imprensa, curiosamente, o treinador não quis falar sobre o Palmeiras.

Mas o experiente treinador falou, sim, sobre o Instituto. "Nosso objetivo é formar os técnicos de futebol, para que eles possam interagir com todas as áreas do conhecimento inseridas nesse esporte", revelou.

Quando chegou ao Palmeiras, Luxa rebateu os boatos de que seria um técnico-negociador dizendo que tinha qualidades além das de conduzir uma equipe. Nesta segunda, ele confirmou sua preferência por este ‘tipo’. "Serão técnicos dinâmicos e que entendem o futebol como um todo", garantiu.

Por fim, o técnico do Verdão explicou o uso da letra ‘W’ no lugar do ‘V’ de Vanderlei. "Meu nome nos documentos é com V, mas resolvi deixar o nome da instituição como meu pai queria", contou.

<b>LEIA TAMBÉM:</b>
<a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/novo/nota.php?ID=23554>Julgamento de Adriano já tem data marcada</a>

Sem mais artigos