O ex-meia português Luis Figo declarou hoje que acredita que verá a seleção portuguesa na final da Copa do Mundo da África do Sul, que acontecerá no dia 11 de julho.

O ex-capitão de Portugal disse que espera, “assim como todos os portugueses”, que o time liderado por Cristiano Ronaldo “faça melhor que na Copa 2006”, quando terminou no quarto lugar.

Figo se recusou a comentar as escolhas do técnico Carlos Queiroz para a lista de 24 convocados, que provocou grande polêmica pela ausência de nomes como João Moutinho, do Sporting, e defendeu que agora é momento de apoiar a equipe.

Com a experiência de 127 partidas com a camisa da seleção e de ter liderado a equipe nas duas últimas Copas, o ex-meia acredita que Cristiano Ronaldo, maior esperança lusa no futebol atual, não sentirá a pressão.

“Quando você joga um Mundial e trabalha para ser o melhor e chegar às conquistas, seria estranho se você não vivesse essa pressão”, apontou.

Quanto à final da Liga dos Campeões, que será realizada neste sábado em Madri, entre o Bayern de Munique e a Inter de Milão, Figo previu uma partida “muito intensa”.

“São duas equipes que têm algumas características em comum e que vão fazer de tudo para conquistar o título”, considerou o português, que é diretor de relações internacionais do clube italiano.

Sem mais artigos