<br>Há tempos que a relação entre o Flamengo e a sua fornecedora de material esportivo anda abalada, e depois da atitude da empresa em lançar um uniforme comemorativo de campeão carioca, antes da decisão contra o Botafogo, o contrato deve ser rescindido.

A iniciativa foi tomada por parte da fornecedora, e segundo os dirigentes rubro-negros, ninguém no Flamengo foi consultado sobre a confecção das camisas, o que foi considerado muito grave por todos na Gávea. "O Flamengo já dá como rescindido o contrato com a Nike. Agora é esperar o processo judicial. Foi uma coisa muito séria. Ofendeu os nossos princípios, os princípios desportivos, e o Flamengo não é um clube arrogante. O que a Nike fez foi menosprezar os adversários do Flamengo. Não queremos mais negócio com eles. Não há diálogo", disse o advogado do clube, Michel Assef.

Assef não descartou a utilização de um uniforme alternativo, já nesta quarta-feira, quando o Fla encara o América-MEX, no Maracanã. Se a equipe usar mesmo um material esportivo confeccionado pelo próprio Mengo nesta segunda partida das oitavas-de-final da Libertadores, não será uma atitude nova no Rio de Janeiro: o Vasco, durante um bom tempo, usou uniformes feitos no clube.

<b>LEIA TAMBÉM:</b>
<a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/novo/nota.php?ID=25069>Feliz com o Flamengo, Luxemburgo critica a imprensa</a>

Sem mais artigos