<br>O Clube dos 13, entidade que representa os principais times do Brasil, assinou nesta última quinta-feira um novo contrato de acordo com a TV Globo para a transmissão dos Campeonatos Brasileiros de 2009, 2010 e 2011.

Até aí, apenas uma repetição do que já ocorre há muitos anos no futebol brasileiro, não fosse por um detalhe: os três times de maior torcida do país boicotaram a reunião e deixaram indefinida a situação de transmissão de suas partidas dentro do período estipulado.

Flamengo, Corinthians e São Paulo comprovaram o racha que vinha desde o ano passado, e justificaram sua ausência por uma reprovação quanto à forma como é feito o rateio dos valores da verba da TV entre os clubes da Série A.

"Esses três times representam quase 60% da torcida brasileira e não concordamos com o atual esquema do C13. Sempre somos a favor de acordos coletivos, mas da forma como está sendo feito, não tem como", explicou o diretor de planejamento do São Paulo, Marcelo Portugal Gouveia.

Assumindo para o seu clube o papel de líder dos descontentes com o C13, Gouveia explicou que as três instituições vão seguir se reunindo para definir os próximos passos nas negociações. "Fizemos uma reunião no Morumbi na última quarta-feira e definimos que não assinaríamos o acordo. A primeira etapa está concluída."

O dirigente, no entanto, acredita em um acordo e não considera a possibilidade de os clubes ficarem sem transmissões de TV aberta nos próximos três anos: "agora, vamos esperar baixar a poeira dos problemas do Flamengo e voltaremos a nos encontrar", comenta.

Sem mais artigos