A desconfiança até poderia tomar conta da torcida do Fluminense depois da derrota para o Atlético Mineiro, mas com o Engenhão lotado, o Tricolor carioca se recuperou no Brasileirão, bateu o Coritiba e voltou a abrir nove pontos de vantagem.

Empurrado pela torcida, que fez sua parte e encheu o estádio, o Fluminense dominou as ações ofensivas desde o começo com o Coritiba se arriscando no contra-ataque.

Com 15 minutos, Wellington Nem aproveitou falha de Deivid, invadiu a área e bateu na saída de Vanderlei para abrir o marcador.

Depois de sofrer o tento, o Coritiba não conseguiu criar jogadas e viu o Fluminense dominar o jogo. A melhor chance veio aos 46 minutos com Everton Ribeiro. Mas, apesar de estar livre, Everton Ribeiro bateu fraco e Diego Cavalieri ficou com a bola.

Na etapa final, a tônica do jogo foi a mesma. Em um lindo contra-ataque puxado pelo Wellington Nem, o atacante cruzou na segunda trave e Thiago Neves fez o segundo. Com 33 minutos, o Coritiba quase diminuiu. Rafinha encobriu o goleiro Diego Cavalieri, mas Bruno tirou de bicicleta.

Mas a pressão paranaense só aumentou. Com 35 minutos, Rafinha fez jogada pela direita e cruzou para o meio. Deivid chutou, a bola bateu na zaga e no peito de Diego Cavalieri. No rebote, Everton Ribeiro apareceu e mandou para o fundo da rede, diminuindo o marcador.

Com essa vitória, o Fluminense chega aos 72 pontos, nove a mais que o Atlético-MG. O Coritiba estaciona com 42 em 12º. O clube do Paraná tem nove pontos de vantagem para o Sport, primeiro clube dentro da zona de risco.

Santos

Na Vila Belmiro, Náutico e Santos se enfrentaram para um público pequeno. Apesar de ter Neymar em campo, o time do litoral paulista fez um jogo muito sonolento. Tanto que o clube pernambucano teve a principal chance. Aos 32 minutos do primeiro tempo, Kieza bateu sua penalidade para fora.

O Santos chega aos 43 pontos e é o 11º. Já o Náutico é o 13º com um ponto a menos que a equipe paulista.

Campinas

No Moisés Lucarelli, a Ponte Preta fez a lição de casa e venceu o Cruzeiro com gol de Roger. A vitória fez o time de Campinas chegar aos 43 pontos em 10º. O clube mineiro tem a mesma pontuação e é o nono. Ambos os clubes têm 10 pontos de vantagem para a zona de rebaixamento, diferença que pode diminuir no complemento da rodada.

Flu volta a vencer, bate Coritiba e abre nove pontos de vantagem para o Atlético-MG

Sem mais artigos