A Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, complexo cultural projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer e inaugurado no dia 3 de julho de 2008, na cidade de João Pessoa, na Paraíba, receberá durante a Copa do Mundo de 2014 a exposição We Speak Football (Nós falamos de futebol). Mesmo sendo uma das dez capitais brasileiras que não foi selecionada para receber o Mundial, a cidade conseguiu vencer a disputa com suas concorrentes para abrigar o evento cujo foco é apresentar o futebol como linguagem universal mostrando os valores, emoções e histórias que o cercam durante as 19 edições de Copas já disputadas.

Com início marcado para o dia 3 de julho de 2014, quando a Copa do Mundo de 2014 estará passando da primeira fase para as oitavas de final, a mostra apresentará aos seus visitantes, de forma gratuita, objetos, imagens, vídeos e atrações interativas em um espaço de 1,5 mil metros quadrados.

Presente na entrevista coletiva realizada nesta terça-feira (18), o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, explicou como a ideia de ter a capital da Paraíba como a casa da exposição durante a Copa do Mundo de 2014. 

“Em setembro do ano passado descobrimos a importância de uma feira como essa. Temos a compreensão da importância da Copa do Mundo e da visibilidade que isso pode nos trazer. Um terço da Copa está no Nordeste e temos uma oportunidade de ter um evento que acontece antes e depois do Mundial. Vencemos uma concorrência grandes com outras cidades do Brasil e agora esperamos mais de 200 mil visitantes aqui na Estação Ciência para contar 150 anos da história de futebol, com foco em todas as Copas”, disse o político, que assinou no início de 2014, no Catar, a parceria com a Qatar Olympic and Sports Museum para ter o evento na cidade.

A realização da We Speak Football na Paraíba é um projeto organizado pela 3-2-1 Qatar Olympic and Sports Museum, empresa de patrimônios olímpicos e esportivo do Catar, e pelo National Football Museum, maior acervo histórico sobre futebol da Inglaterra, localizado em Manchester.

Diretor da Qatar Olympic and Sports Museum, Christian Wacker, arqueólogo e historiador do esporte, resumiu um pouco o que se significa a We Speak Football. 

“Nós falamos futebol é uma exposição que trata a línguaguem do futebol, uma língua universal, que quase todo mundo fala. Mais de três bilhões de pessoas no mundo jogam futebol, amador, profissional ou por lazer. Qualquer um fala de futebol e sobre futebol. Por isso, definimos fazer a We Speak Football. Reservamos pra essa exposição mais de 150 mil peças sobre o assunto”, explicou.

Wacker ainda ressaltou como a ideia do evento itinerante sobre as Copas do Mundo saiu do papel e foi concretizada. 

“Decidimos fazer a primeira exposição itinerante sobre futebol. Tudo começou em um papo na Inglaterra, com uma cervejinha com Kevin Moore, diretor do National Football Museum de Manchester, e tudo fluiu. Eu quero dizer o porque escolhemos João Pessoa. Não é uma pergunta tão óbvia. João Pessoa fez uma oferta pra gente com um espaço com toda condição internacional, com atrativos e tecnologias, JP é localizado por Recife, Natal, Salvador e Fortaleza, é um ponto turístico, muito estratégico, que trata diversas pessoas. Fizemos uma pesquisa sobre o Brasil todo e finalmente chegamos à Paraíba e vimos que as melhores condições eram aqui”, completou.

Participando da coletiva via conexão de internet, o supracitado Kevin Moore, diretor do National Football Museum, local que irá ceder todas as peças para We Speak Football, garantiu que não há ligação entre a exposição e a Fifa, por se tratar de um projeto independente.

“Nós somos independentes de times de futebol. Somos uma exposição independente até mesmo da Fifa. Nós temos um exemplo de itens que são ligados aos primeiros jogos de futebol, por volta de 1920 e as primeiras medalhas que foram entregues aos atletas. As peças que estarão na exposição nunca foram vistas em terras brasileiras”, afirmou o diretor, ao falar sobre um bola de futebol de 1930, a réplica da Taça Jules Rimet, conquistada pelo Brasil em 1970, e um livro sobre as regras do futebol, de 1930.

A exposição será dividida como uma partida de futebol, com dois tempos de jogo. Na primeira etapa, cinco ilhas interativas com diversos assuntos serão apresentadas, como filmes, apresentações de 11 craques memoráveis de nações diferentes que fizeram história nas Copas (Pelé, Maradona, Zidane, Beckenbauer, Maldini, Puskas, Cruyff, Di Stefano, Yashin, Eusebio e Mia Hamm, a única mulher da lista), cúpula do torcedor e coleção de Harry Langton, desde 1860. Já o segundo tempo do jogo da We Speak Football contará com estações interativas para que o torcedor treine suas capacidades motoras jogando futebol. Simuladores de pênaltis, jogos da Nintendo sobre futebol de 20 anos atrás e quatro tópicos com livros, explicando regras com filmes, sobre os juízes, sobre os jogadores e também sobre as táticas e os técnicos.

Veja na galeria acima os detalhes das ilhas e estações interativas que serão apresentados na We Speak Football, que estará disponível ao torcedor na cidade de João Pessoa, na Paraíba, do dia 3 de julho até o dia 19 de outubro.

Sem mais artigos