A Federação Internacional de Vôlei (FIVB) anunciou, nesta quinta-feira, o nome de mais dezesessis jogadores de quatorze países que serão “imortalizados” na campanha FIVB Heroes, que tem como intenção popularizar o esporte e seus ídolos.

Com isso, os principais nomes das quadras têm ganho exposição de maneira inusitada. Em Roma, por exemplo, o brasileiro Emanuel e a norte-americana Kerri Walsh, ganharam estátuas gigantescas no Foro Romano. 

Desta vez, os jogadores eleitos ganharam banners gigantes, entre eles o brasileiro Giba: “É uma honra fazer parte desta campanha. Ela irá ajudar a inspirar futuras gerações de jogadores”, afirmou.

Além dele, Murilo também está na lista, que é completada por Murilo, Zbigniew Bartman (POL), Facundo Conte (ARG), Bartosz Kurek (POL), Matey Kaziyski (BUL), Maxim Mikhaylov (RUS), Clayton Stanley (USA), Leon Venero Wilfredo (CUB) e Ivan Zaytsev (ITA).

Giba e Murilo são "imortalizados" como "Heróis do Vôlei"

Sem mais artigos