<br>O volante Gilberto Silva, um dos mais elogiados jogadores da Seleção Brasileira pentacampeã na Copa de 2002 e autor do primeiro gol da história do Emirates Stadium (novo estádio do Arsenal), reconheceu em entrevista ao jornal britânico <i>The Sun</i> o momento difícil pelo qual passa na carreira.

Apesar de há muito tempo ter o futebol questionado entre torcedores e imprensa, Gilberto mantém-se como nome constante nas convocações da Seleção e foi titular no último Mundial.

A sua primeira baixa sentida ocorreu nesta temporada 2007/08, em que perdeu a titularidade em seu clube, o Arsenal de Londres, para o francês Mathieu Flamini.

"Eu estou esperando uma explicação por essa mudança", reclama Gilberto. "Eu acho que tive um bom desempenho na última temporada e, por isso, não vejo razão pelo que aconteceu. Se eu continuar fora do time, a saída do Arsenal é inevitável."

Para ele, "um jogador deve ser capaz de sorrir. Um brasileiro triste não é bom, especialmente em um campo de futebol. Neste momento, eu sinto que estou perdendo a batalha".

O vollante pede para que saia caso não pude ser titular na próxima temporada:"eu não poderei viver ano outro assim. Estou me sentindo completamente sem utilidade".

<b>LEIA TAMBÉM:</b> <a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/novo/nota.php?ID=23487>Jorginho dá 8,5 pra seleção após jogo fraco com a Irlanda

Sem mais artigos