Defender a Inglaterra em três Copas do Mundo consecutivas (só em 2010 foi titular) e jogar por clubes como Liverpool, Aston Villa, Manchester City e West Ham em mais de 20 anos de carreira não foi o bastante para o goleiro David James ter boa saúde financeira. O jogador, estima-se, ganhou mais de R$ 74 milhões durante sua vida nos gramados, mas um custoso divórcio em 2005 foi o estopim para a decadência. Segundo matéria do jornal inglês The Sun, divulgada nesta sexta-feira (16), James revela estar falido.

Hoje, aos 43 anos, o goleiro também teve outras fontes de dinheiro, sendo garoto-propaganda da grife Armani, além de ter investido no ramo imobiliário, no qual, obviamente, não teve sucesso.

James fez parte do elenco do Portsmouth, campeão da Copa da Inglaterra em 2008 após massivo investimento estrangeiro no clube, que teve pouco tempo de glória e, assim como o arqueiro, teve vertiginosa queda e hoje joga a quarta divisão do país.

O goalkeeper assinou recente contrato com o ÍBV, da Islândia, até o final da temporada. Na equipe, ele também faz as vezes de auxiliar técnico.

Outro jornal da Inglaterra também noticiou o caso de James. O The Telegraph  (foto acima) ainda lembrou de outros jogadores britânicos que tiveram a mesma sorte, como Keith Gillespie, Lee Hendrie, Celestine Babayaro e Eric Djemba-Djemba.

Sem mais artigos