<br> Após o clássico desta quarta (29) entre Palmeiras e São Paulo, um incidente infeliz aconteceu nas dependências do Palestra Itália. Quando saia do vestiário em direção ao ônibus, o goleiro são-paulino Bosco contou que foi cercado e agredido por cerca de 15 torcedores do Palmeiras.

O goleiro saiu do estádio com a perna muito machucada e um corte na região do joelho.

“Durante o jogo, eu reclamei com o juiz que os torcedores tinham jogado pilhas. Achei que sairia tranqüilo, mas uns 15 torcedores me cercaram. A sorte é que eu não caí no chão. Deus me segurou e eu cheguei aqui no vestiário. Tinha só um segurança”, conta o goleiro.

Bosco garante que não provocou os torcedores do rival.

“Comemorei como qualquer jogador faz em uma vitória importante, fora de casa, como esta de hoje. Provocação não faz parte da minha pessoa”, explica.

O médico do São Paulo, José Sanchez, garante que Bosco não terá que levar pontos no local do corte, mas diz que a pancada sofrida foi muito forte.

<b>Leia também:
<a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/novo/nota.php?ID=20666>São Paulo vence clássico contra o Palmeiras!</a>

Sem mais artigos