<br>
O líder da temporada 2008, Lewis Hamilton, uniu-se as vozes que condenam as atitudes recentes tomadas por Max Mosley, presidente da FIA, que segundo reportagem publicada pelo jornal “News of The World”, participou de uma orgia sado-masoquista com cinco prostitutas e interpretou o papel de comandante nazista na ocasião em que os vídeos foram gravados.

“Estou plenamente de acordo com o que foi dito. O importante é dar bons exemplos. Todos nós, inclusive os mais jovens, respeitamos as pessoas que nos ensinam o caminho a ser seguido."

<a target=_blank href=http://www.autoracing.com.br/news.php?id=42736>Clique aqui e confira a matéria na íntegra

Sem mais artigos