<br>
A noite desta quarta-feira é intensa para o futebol brasileiro. Jogos pela Copa do Brasil e Libertadores esquentam o clima nos estádios do país e do continente, com Flamengo, Corinhtians, Fluminense, Santos, Atlético-MG e Internacional em campo buscando avançar em suas respectivas competições.

O Flamengo faz no Maracanã contra o Nacional (URU), pela Libertadores, um jogo de vida ou morte. O Rubro-negro está em terceiro no Grupo 4, dois pontos atrás do adversário da noite, primeiro colocado com seis pontos. Se perder em casa, o Mengão vê sua vida na competição se complicar, por isso o técnico Joel Santana apelou até para o psicólogo clube, que vai dar uma palestra para os jogadores acalmarem os nervos na hora do embate, que acontecerá às 21h50.

Pela 2ª Fase da Copa do Brasil, o Corinthians vai ao Ceará enfrentar o Fortaleza no jogo de ida. Com um gramado em péssimas condições e sem o meia Diogo Rincón, que está machucado, o Timão terá dificuldades no jogo. Mas para sair com um resultado satisfatório, o time do Parque São Jorge busca inspiração na boa campanha que vem fazendo no Campeonato Paulista, onde ocupa a quarta posição. Se o torneio acabasse hoje, o time estaria na semi-final.

Às 19h30, o Fluminense encara o Libertad no Paraguai em uma situação confortável. Apesar de ser fora de casa e o técnico Renato Gaúcho julgar ser uma partida difícil, a posição do Tricolor no Grupo 8 o deixa tranquilo, já que está em segundo lugar com 4 pontos, porém com um jogo a menos que a líder LDU. Já o Santos vai a Oruro na Bolívia enfrentar o San José, também pela Libertadores. Em segundo lugar no Grupo 6 com 4 pontos, o adversário do Peixe é o lanterna com apenas um ponto. O maior desafio do time da Vila Belmiro nesta noite não é o oponente, mas sim a altitude de 3.700 metros.

O Internacional vai até Chapecó em Santa Catarina enfrentar o Chapecoense às 21h45 pela 2ª Fase da Copa do Brasil. O discurso do time colorado é o de que uma vitória simples basta, mas a torcida promete comparecer em peso para que a equipe vença por mais de dois gols de diferença e elimine o jogo de volta no Rio Grande do Sul. Enquanto que o Atlético-MG pega, também pela Copa, o Nacional-AM em Manaus. O Galo, que não faz boa campanha no estadual, vive situação diferente no torneio mata-mata e busca tirar o jogo de volta em Belo Horizonte e seguir o exemplo da primeira fase da competição quando ganhou do Palmas em Tocantins por 7×1.

LEIA MAIS
<a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/novo/nota.php?ID=24241>Antes de partida, time do Flamengo tem terapia em grupo

Sem mais artigos