O lutador Anderson Silva é capa da revista de moda GQ desse
mês de julho e, dentre assuntos de sua vida pessoal, contou o motivo por adotar
o estilo careca: tentou alisar os cabelos com um produto, mas não leu direito a
embalagem e acabou queimando seu couro cabeludo.

Na parte mais séria da entrevista, o Spider contou a fórmula
que o faz render mais de R$ 133 milhões, ou US$ 60 milhões, ao UFC com sua imagem.

“Sou resultado das artes marciais, da criação de meus tios e
da Igreja Messiânica”, explicou Anderson.

Aos 38 anos, o paulista é pai de cinco filhos e contou o
tipo de criação que teve. Por ser negro e de origem humilde, passou por situações
difíceis ligadas ao preconceito.

“O homem discrimina japonês, negro, pobre. Mas no fim todos
sangram e morrem”, concluiu o atleta sobre o tipo de mensagem que passa aos
filhos.

Sobre os cabelos, resumiu em “um frasco de Alisabel” o
motivo de ser careca, lembrando da química conhecida pelas mulheres para alisar
as madeixas. Sim, o maior lutador de MMA da atualidade tentou alisar os cabelos. Mas, não lendo corretamente as instruções
de uso do produto, queimou o couro cabeludo, tornando-o “campo infértil”.

Assista abaixo a um teaser da revista sobre a entrevista com
Anderson Silva:

Veja acima mais fotos do lutador!

Sem mais artigos