Ibrahimovic afirma que PSG ainda é um time em evolução

O craque não é muito conhecido por sua modéstia

Zlatan Ibrahimovic é, para muitos, um dos jogadores mais injustiçados do mundo. O atacante sueco nunca figurou entre os três melhores do mundo eleitos pela FIFA, não conseguiu disputar a Copa de 2014 e é sempre ofuscado por Messi e Cristiano Ronaldo. Provavelmente irritado com tudo isso, Ibra não se conformou por ter perdido também em seu próprio país.

O Dagens Nyheter, maior jornal sueco, deixou o público decidir quem era o maior atleta do país em todos os tempos. Zlatan acabou a pesquisa em segundo lugar, atrás do tenista Bjorg Born, vencedor de 11 Grand Slams. Você acha que ele ficou feliz por ser considerado o segundo maior atleta sueco de todos os tempos? Com a palavra, o próprio: “Obrigado, mas terminar em segundo é como terminar em último para mim”, respondeu o atleta para o jornal.

Quando perguntado sobre quem deveria ser o primeiro colocado, Ibra deu uma resposta de dar inveja à Cristiano Ronaldo e Romário: “Nessa lista eu poderia ser o primeiro, segundo, terceiro, quarto e quinto colocado, com todo respeito aos outros”.

Só lembrando que o atacante sueco já havia declarado, após ter sido eliminado por Portugal, que “uma Copa do Mundo sem mim não vale a pena ser vista”. Ibrahimovic parece ter aprendido bem na Escola Romário de modéstia.

Ibra não curtiu ser o 2º melhor atleta sueco de todos os tempos: 'É como terminar em último'

Sem mais artigos