Alexander Gustafsson perdeu a oportunidade de conseguir uma revanche contra Jon Jones

Alexander Gustafsson perdeu a oportunidade de conseguir uma revanche contra Jon Jones

Os brutos também choram, amigos. Alexander Gustafsson, estrela do UFC e considerado o segundo melhor lutador de sua categoria, mostrou isso para milhões de pessoas no mundo todo após ser nocauteado pelo estadunidense Anthony Johnson em sua terra natal, a Suécia.

Quem vencesse a lutar teria direito de desafiar o campeão Jon Jones pelo cinturão dos meio-pesados. Era a chance de Gustafsson ter sua revanche e fazer uma das lutas mais aguardadas pelo público amante do MMA. Johnson, que não tinha nada a ver com isso, resolveu estragar tudo. Veja só a reação do sueco após a luta:

Alexander Guustafsson é para os suecos o que Anderson Silva é para nós, brasileiros. Então não é difícil imaginar a comoção que esta derrota e que o choro do atleta causou no país inteiro. Milhões de pessoa saíram em defesa do lutador, apoiaram e consolaram um dos maiores atletas de MMA do mundo.

Outro ídolo sueco que sabe o que é ser derrotado representando seu país é Zlatan Ibrahimovic. O atacante do PSG até tentou levar seu país à Copa do Mundo aqui no Brasil, mas ele e sua seleção foram parados por Cristiano Ronaldo na repescagem das Eliminatórias para a Copa do Mundo. Talvez por já ter vivido o mesmo momento que o lutador, Ibrahimovic escreveu uma grande nota de apoio ao Alexander em seu Instagram:

 

– Às vezes você ganha. Às vezes você perde. Isso é parte da excitação, do esporte, da vida. Não esqueça que há uma grande diferença entre perder e ser um perdedor. Um verdadeiro campeão dá a volta por cima após uma derrota, e é isso que você fará e irá voltar ainda melhor. A Suécia está orgulhosamente com você. Continue correndo atrás do seu sonho. – diz Ibrahimovic na legenda da foto.

Sem mais artigos