O Bayern de Munique não tomou conhecimento do Manchester City, conquistando vitória nesta quarta-feira (02) por 3 a 1, em pleno Etihad Stadium, no sétimo resultado positivo consecutivo do atual campeão do continente na Liga dos Campeões da Europa.

No primeiro tempo, Franck Ribéry marcou, após passe de Rafinha. Na etapa complementar, Thomas Müller fez o segundo, e Arjen Robben o terceiro, dessa vez com linda assistência de Dante. Para os donos da casa, Álvaro Negredo descontou. O resultado isola o clube alemão na liderança do grupo D, com seis pontos. O time inglês segue com três.

Com a vitória, o Bayern segue imbatível na competição desde abril deste ano. Foram cinco vitórias na temporada passada, contra Juventus (2), Barcelona (2) e Borussia Dortmund. Na atual edição da Liga dos Campeões, além do Manchester City, o time bávaro já havia derrotado o CSKA Moscou.

Mais cedo, pelo grupo D, o time russo abriu a rodada vencendo o Viktoria Plzen, da República Tcheca, por 3 a 2, em São Petersburgo, em duelo de duas equipes que ainda não tinham pontuado na fase de grupos da competição.

Para o jogo de hoje, os dois técnicos trouxeram novidades nos setores ofensivos. Dzeko ganhou a vaga de Negredo para fazer companhia a Agüero no City. Pelo Bayern, a novidade era Müller de centroavante, ocupando lugar cativo de Mandzukic, que começou na reserva.

No estrelado duelo do Etihad Stadium, três brasileiros começaram jogando: Rafinha e Dante pelo atual campeão europeu, além de Fernandinho pelos donos da casa.

Movimentada desde o início, a partida logo teve seu primeiro gol. Aos 6 minutos, após longa bola invertida da direita por Rafinha da direita, Ribéry apareceu na intermediária, ajeitou e disparou um balaço, mortal para o goleiro Hart, abrindo o placar do jogo.

Abalado depois do gol do francês, o Manchester City passou a ter dificuldades para articular ações ofensivas e com isso, o Bayern tirava proveito. Aos 16, após cruzamento de Alaba, Hart afastou e Kroos emendou de primeira, finalizando à direita do gol.

A blitz do time bávaro seguiu intensa na etapa inicial. Aos 31 minutos, Robben bateu cruzada e Müller por pouco não alcançou a bola para marcar. Na sequência foi a vez de Alaba usar o lado do campo. O lateral austríaco cruzou e no bate e rebate, quase a bola morre nas redes citizens. Hart, ligado, conseguiu evitar o gol.

Sem alterações nas escalações para o segundo tempo, as duas equipes mostraram mudanças na forma de jogar, com ritmo mais lento. Só aos 10 minutos aconteceu o primeiro lance perigoso, quando Robben recebeu na entrada da área e bateu colocado à direita do gol do goleiro do City.

Pouco depois, o Bayern mostrou seu poder de campeão de tudo na temporada passada e ampliou. Após lançamento preciso de Dante, Müller apareceu completamente livre, driblou Hart e deu leve toque para fazer o segundo de sua equipe.

Imediatamente, o técnico Manuel Pellegrini resolveu mexer no seu time, tirando Dzeko para colocar Negredo em seu lugar. Mudança sem efeito, já que três minutos depois, o Bayern voltou a marcar. Fernandinho perdeu bola para Kroos, que lançou Robben. O holandês se livrou facilmente da marcação e fuzilou Hart, para fazer mais um.

Logo depois, o goleiro inglês apareceu bem duas vezes e impediu que o resultado fosse ainda pior. Aos 16, a defesa foi em finalização de Robben. No minuto seguinte foi a vez de Hart pegar chute de Kroos.

A ampla vantagem acabou fazendo o time visitante colocar o pé no freio. Com isso, o City teve chance de diminuir, aos 35 minutos da segunda etapa. Após roubada de bola de David Silva, que entrou pouco antes em lugar de Agüero, Negredo recebeu na área e bateu com categoria para descontar.

Seis minutos após levar o primeiro gol, o Bayern ficou com um a menos em campo, devido a expulsão de Boateng, que foi obrigado a fazer falta em Yaya Touré, após indecisão em um corte de bola de Dante e Kirchhoff, substituto de Schweinsteiger. Na cobrança, David Silva acertou o travessão de Neuer.

O clima de apreensão ainda durou mais alguns minutos, já que 44 da etapa final, mais uma vez Negredo apareceu, desta vez para cabecear bola que saiu tirando tinta da trave direita do goleiro do time alemão, que respirou aliviado a manutenção do placar de 3 a 1.

Veja todos os resultados da segunda rodada abaixo:

Terça-feira (01):

(Grupo E) Basel 0 x 1 Schalke 04
(Grupo E) Steaua Bucareste 0 x 4 Chelsea
(Grupo F) Borussia Dortmund 3 x 0 Olympique de Marseille
(Grupo F) Arsenal 2 x 0 Napoli
(Grupo G) Zenit 0 x 0 Austria Viena
(Grupo G) Porto 1 x 2 Atlético de Madrid
(Grupo H) Ajax 1 x 1 Milan
(Grupo H) Celtic 0 x 1 Barcelona

Quarta-feira (02):

(Grupo A) Shakhtar Donetsk 1 x 1 Manchester United
(Grupo A) Bayer Leverkusen 2 x 1 Real Sociedad
(Grupo B) Juventus 2 x 2 Galatasaray
(Grupo B) Real Madrid 4 x 0 Copenhagen
(Grupo C) Paris Saint-Germain 3 x 0 Benfica
(Grupo C) Anderlecht 0 x 3 Olympiacos
(Grupo D) CSKA Moscou 3 x 2 Viktoria Plzen
(Grupo D) Manchester City 1 x 3 Bayern de Munique

Sem mais artigos