Alvo de uma disputa particular entre Brasil e Espanha, o atacante Diego Costa corre sério risco de ficar fora da Copa do Mundo de 2014 e desfalcar assim a atual campeã do mundo. Segundo informação do jornal espanhol AS, o jogador do Atlético de Madrid tem uma suspeita de ruptura do bíceps femoral e, caso a lesão seja confirmada, ele não se recuperará a tempo para a estreia da Fúria no Mundial do Brasil, marcada para o dia 13 de junho, diante da Holanda, na Arena Fonte Nova.

De acordo com a publicação, a Real Federação Espanhol está pessimista com o diagnóstico prévio sobre o jogador, que deixou o gramado durante a partida contra o Barcelona, no último sábado (17), para dar lugar a Adrián López.

Uma ressonância magnética será feita no atacante, que já tinha rompido o bíceps femoral contra o Barcelona, em partida válida pelas quartas de final da Liga dos Campeões, nesta segunda-feira (19) para saber a real gravidade da lesão.

Mais esperançoso, o Marca coloca o atacante como dúvida apenas para a final da Liga dos Campeões contra o Real Madrid, que acontece no sábado (24), no Estádio da Luz, em Lisboa.

O jornal diz que, por se tratar de Diego Costa e seu longo histórico de lesões, qualquer diagnóstico prévio seria prematuro para falar sobre o futuro do atacante na Champions e também na Copa de 2014.

Pré-convocado por Vicente Del Bosque para o Mundial, Diego Costa briga por uma vaga no ataque da Fúria com os também chamados Fernando Torres, David Villa, Negredo e Llorente.

Sem mais artigos