O torcedor que for assistir a um dos jogos da Copa do Mundo de 2014 e que quiser ter a comodidade de receber o seu ingresso em casa, terá que desembolsar um pouco mais pela facilidade. É que a Fifa anunciou neste domingo (10) que o serviço de entrega terá uma cobrança no valor de R$ 59 para quem mora no Brasil, e de R$ 97 para aqueles que residem fora do país.

Os compradores que não quiserem o serviço de entrega em domicílio, poderão retirar as entradas pessoalmente nas 12 cidades-sede do Mundial. Em nota a Fifa afirma que “os ingressos são itens valiosos e, como tal, não podem ser simplesmente enviados por um serviço postal comum. É necessário assegurar que esses bens preciosos sejam entregues de forma segura e em condições justas para todos os torcedores no Brasil e no exterior”.

A entidade máxima do futebol diz também que, dos contemplados na primeira fase de pré-venda dos ingressos, 55% desse total manifestou o desejo de receber em casa seus bilhetes.

Para quem está em dúvida se opta por receber em domicílio ou se retira pessoalmente, o prazo para informar se quer ou não o serviço vai até o dia 30 de janeiro. Quem optar por retirar as entradas pessoalmente deverá informar a escolha diretamente na conta de ingressos registrada no site oficial da entidade.

Nesta segunda-feira (11), às 9h, começa a segunda fase de venda dos bilhetes para o Mundial de 2014. No total serão mais de 220 mil ingressos à disposição dos torcedores, para 57 jogos exceto para o jogo de abertura, para a final no Maracanã além das partidas da fase de grupos da Seleção Brasileira, oitavas de final em Belo Horizonte e as duas semifinais, também em Belo Horizonte e São Paulo.

Sem mais artigos