O Internacional de Porto Alegre venceu nesta quarta-feira (24) o Independiente da Argentina por 3 a 1 e conquistou pela segunda vez a Recopa Sul-Americana, título disputado anualmente entre o campeão da Libertadores e o da Sul-Americana.

O time gaúcho precisava de uma vitória para reverter a desvantagem do jogo de ida, quando os argentinos venceram em casa por 2 a 1.

Leandro Damião foi a estrela da noite. Ele abriu o placar aos 20 minutos do primeiro tempo e, cinco minutos depois, ampliou a vantagem dos colorados.

Após o intervalo, o lateral Maxi Velázquez diminuiu para o Independiente, mas Kléber marcou o gol do título aos 33 do segundo tempo, numa cobrança de pênalti, para delírio da torcida no estádio Beira-Rio, na capital gaúcha.

O Inter, que já tinha conquistado a Recopa em 2007, se soma aos clubes bicampeões do torneio – São Paulo, Olímpia e Liga de Quito -, mas ainda está longe do Boca Juniors, que domina o histórico da competição com seis títulos.

Inter se sagra bicampeão da Recopa Sul-Americana

Sem mais artigos