Raúl, Rita e Ana María Maradona, irmãos do ídolo do futebol argentino Diego Maradona, foram assaltados por três bandidos em Buenos Aires na madrugada de segunda-feira, quando voltavam do hospital onde sua mãe está internada.

“Mal consegui sair do carro com medo que me atirassem”, declarou Raúl “Lalo” Maradona ao relatar o assalto que sofreu na noite de segunda-feira, quando levava suas irmãs para casa depois de visitarem sua mãe, Dalma Franco, que está hospitalizada na capital argentina.

Dois dos assaltantes se apoderaram do automóvel com os irmãos dentro e roubaram dinheiro e joias do trio, enquanto o terceiro ladrão seguia com seu veículo.

“Mas ao chegar a um semáforo, reduziram a velocidade e consegui sair do carro e chamar a Polícia, que atuou muito bem e rápido”, explicou o irmão de Maradona ao canal “C5N”.

“Peço perdão a minha família porque pus em risco as minhas irmãs, mas nesse momento não pensei no perigo. Nos últimos anos já me assaltaram cinco vezes”, acrescentou.

Rita e Ana María Maradona foram liberadas sem sofrer nenhum dano e os ladrões escaparam com o carro.

Por outra parte, “Lalo” Maradona garantiu que Dona Tota, como sua mãe é conhecida, “está bem e se recupera de cirurgia”.

Dalma Franco, de 81 anos, que foi levada ao hospital no último domingo com insuficiência cardíaca é visitada diariamente por todos seus filhos.

Irmãos de Maradona são assaltados em Buenos Aires

Sem mais artigos