<br>O meia-atacante Cléber, do Bahia, teve morte cerebral confirmada nesta manhã de quinta-feira pelo médico do Bahia. O jogador respira por aparelhos e mantém os batimentos cardíacos. A família é aguardada no Hospital Espanhol, em Salvador para decidir se doará os órgãos do atleta. O atleta, Cléberson Frolich é seu nome verdadeiro, tem 31 anos.

“O Cléber teve um terceiro derrame cerebral ontem à tarde. E, na manhã de hoje, o cérebro dele não resistiu. Há dois meses venho acompanhando o caso do jogador. Ele teve o primeiro AVC (Acidente Vascular Cerebral) no dia 22 de outubro, após a partida do Bahia contra o ABC, em Natal. Quinze dias depois, houve outro derrame. E, partir daí, o atleta pegou meningite e infecções generalizadas”, afirma o médico do Bahia, doutor Marcos Lopes.

Sem mais artigos