Helicóptero teve que posar e leva mulher e criança para um hospital em Bangu

Helicóptero teve que posar e leva mulher e criança para um hospital em Bangu

O futebol é um esporte que sempre proporciona cena emocionantes e pra lá de inusitadas. Foi exatamente o que aconteceu na partida entre Audax e Barra da Tijuca, na tarde da última quarta-feira, pela Série B do Campeonato Carioca. Tudo ocorria normalmente até o jogo ser interrompido para que fosse prestado atendimento a uma mulher que entrou em trabalho de parto em pleno estádio.

Um helicóptero chegou a posar no gramado do estádio Proletário Guilherme da Silveira, o famoso Moça Bonita, mas já era tarde. Os próprios bombeiros que trabalhavam na partida entre Audax e Barra da Tijuca realizaram o parto no local.

Após o nascimento da criança, o helicóptero, que ainda estava no gramado, levou a mulher e o bebê para o Hospital São Matheus, que fica localizado em Bangu. Paralisado por cerca de 10 minutos, o jogo, válido pela penúltima rodada do Grupo B, foi reiniciado e terminou empatado em 0 a 0.

Com o empate,o Barra da Tijuca chegou a sete pontos, ficou com a sexta posição da chave e perdeu a chance de se classificar para a segunda faz, pois não consegue mais alcançar as duas melhores colocações. Já o Audax, com 14, está em terceiro e luta para avançar na competição.

Sem mais artigos