O uruguaio Jorge Fossati deixou nesta sexta-feira (22) o cargo de técnico do Cerro Porteño, um dia depois da derrota sofrida para o Real Garcilaso, do Peru, em Assunção, pela segunda rodada do grupo 6 da Taça Libertadores, a segunda da equipe paraguaia.

Fossati, que jogou no futebol brasileiro no fim da década de 80 e treinou o Internacional em 2010, estava no comando do Cerro Porteño desde maio de 2012. Logo depois, levou a equipe ao título nacional, no Torneio Apertura, quebrando jejum de três anos.

Na estreia da Libertadores, o time paraguaio já havia sido derrotado pelo Deportes Tolima, da Colômbia. Na atual edição do Torneio Apertura do Campeonato Paraguaio, o Cerro jogou duas vezes, empatando com o Sportivo Carapeguá e sofrendo dura derrota para o Sol de América, por 4 a 1.

Jorge Fossati pede demissão do comando técnico do Cerro Porteño

Sem mais artigos