<br> Depois de terminar em sétimo lugar o salto em distância, a brasileira Keila Costa de classificou à final do salto triplo no Mundial de Atletismo, em Osaka, no Japão. Maurren Maggi, sexta no salto em distância, também era esperada para a prova, mas decidiu não competir.

Keila saltou 14,36m e se classificou com o quinto melhor tempo de sua série nas eliminatórias.

"Ela foi bem no salto em distância, mas tem mais condições no triplo", afirma seu técnico, Nélio Moura, que também treina Maurren.

Tendo como salto do ano a marca de 14,57m, e tendo como recorde na carreira a marca de 15,10m, Keila foi a primeira brasileira a subir no pódio do mundial, ao conquistar a medalha de bronze no salto triplo, na edição Juvenil, disputada na Jamaica em 2002.

A outra brasileira na prova, Tânia Silva, obteve 13,81m e ficou apenas em 11º. Como somente as seis melhores marcas das duas séries vão à decisão, que será na manhã desta sexta (31), Tânia está fora.

<b>Leia também:
<a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/novo/nota.php?ID=20625>Maurren e Keila não ganham medalha no salto em distância!</a>

Sem mais artigos