<br>
O atacante Leandro Amaral está atualmente sem clube, já que o Vasco conseguiu cancelar o contrato do atleta com o Fluminense. Porém, o jogador se diz tranquilo em relação ao seu futuro e que quer voltar para o clube das Laranjeiras.

"Está nas mãos do advogado. Só me preocupo em fazer a minha parte, que é jogar futebol. Mas tenho fé de que tudo vai se resolver e vou voltar a vestir a camisa do Flu em breve", diz Leandro em entrevista ao <i>GloboEsporte.com</i>.

A novela é a seguinte: Leandro, que atuou pelo Vasco em 2007, tinha uma cláusula de renovação automática em seu contrato. Porém, o jogador não cumpriu o acordo com o alvinegro amparado em uma liminar que conseguiu na Justiça e assinou com o Fluminense, que ofereceu salário mais alto. O time cruzmaltino delcarou que libera Leandro ao Flu mediante o pagamento de uma multa recisória de R$ 9,04 milhões.

"A situação não me agrada, claro. Mas seria mil vezes pior se eu estivesse com alguma lesão que não me deixasse jogar. Já passei por dificuldades piores na vida, como por exemplo quando eu machuquei os ligamentos e fiquei seis meses sem jogar. Isso sim me deixaria preocupado", diz Leandro em relação à sua situação.

E para finalizar, o atacante critica o presidente do Vasco, Eurico Miranda, e reafirma que quer jogar pelo Fluminense: "Meu problema no Vasco é com o Eurico. Com os jogadores eu tenho amizade e falo sempre e todos me respeitam, inclusive a torcida. Mas o jeito que ele trabalha não se encaixa comigo. Ele sempre arruma problema com os ídolos do Vasco. Acho que ele quer é aparecer."

LEIA MAIS
<a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/novo/nota.php?ID=23971>Mesmo com goleada, técnico do Vasco critica time

Sem mais artigos