<br>
Leão não é mais o técnico do Atlético-MG. O treinador anunciou, nesta terça-feira, que não chegou a um acordo com a diretoria mineira. " O presidente me ofereceu 50% a menos do que eu ganhava, então fica difícil", revelou.

Apesar de reclamar da proposta, Leão disse que entende o lado do Atlético. "Temos que respeitar a situação financeira do clube, pois o Ziza (Valadares, presidente) disse que não poderia pagar o ano inteiro o que ele fez durante um período de emergência", disse, em entrevista à Rádio Itatiaia.

Leão chegou ao clube em julho, quando o Atlético vivia à beira do rebaixamento. Não conseguiu classificar o time para a Libertadores, mas garantiu a vaga na Copa Sul-Americana do ano que vem.

"Eu me sinto como um 007 que chegou em uma missão impossível. Hoje o torcedor do Galo pode estar terminando o ano triste com a saída do seu treinador, mas feliz pela apoteose aqui em São Paulo, contra o Palmeiras, e pelo momento que terminou a equipe", finalizou.

<b>Veja também:</b>
<a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/galeria/index.php?id=13075>Prêmio Piores do Brasileirão: o Virgula fez a sua lista!</a>

Sem mais artigos