O diretor esportivo do Paris Saint-Germain, Leonardo, foi suspenso de suas funções por tempo indeterminado graças ao empurrão que deu no árbitro Alexandre Castro, ao término da última partida do time, domingo (05), no empate com o Valenciennes. As informações são do site do jornal português A Bola desta terça-feira (07).

O agora dirigente foi suspenso “a título preventivo devido à gravidade do delito”, e será convocado para uma audiência no conselho de disciplina, em data a anunciar.

Leonardo ficou furioso com a expulsão de Thiago Silva na partida supracitada, quando segurou o árbitro e levou o cartão vermelho de forma direta. O zagueiro, inclusive, pegou dois jogos de suspensão e perderá duelos decisivos do campeonato francês (Lyon e Brest), que só tem mais três rodadas por jogar.

 

 

Sem mais artigos