<br>Segundo o jornal <i>A Folha de S. Paulo</i>, as vaias da Torcida Jovem do Santos a Emerson Leão podem ter uma explicação em uma única figura: Vanderlei Luxemburgo, técnico do Palmeiras.

Desde que as críticas começaram, Leão afirmou que se tratava de um movimento orquestrado, pago por gente que queria prejudicá-lo, mas nunca citou nomes. Ontem, a assessoria de Luxemburgo admitiu que ele ajudou financeiramente a Torcida Jovem, na preparação do desfile do bloco carnavalesco da entidade.

Em um de seus desabafos, Leão disse, sem maiores explicações, que as vaias vinham da “turma do Carnaval”. A assessoria confirmou o caso, após a <i>Rádio Transamérica </i> exibir gravação com torcedor identificado como membro da Jovem. Ele alegou que Luxa ajudou a organizada.

“O Vanderlei gosta de samba, desfila no Salgueiro e já ajudou outras torcidas e escolas no Carnaval”, declarou o assessor de imprensa Luis Lombardi. “Mas ele não precisa disso. As torcidas vão com o Vanderlei porque ele ganha títulos.”

Segundo o assessor, Luxa já ajudou outras agremiações carnavalescas como a Mancha Alviverde e a Gaviões da Fiel. Lombardi declarou ainda que Leão tem obsessão em denegrir a imagem de Luxa.

Assim que chegou ao Santos, Leão criticou a estrutura deixada pelo seu antecessor. E a torcida Jovem distribuiu comunicados dizendo que Leão queria denegrir a imagem de Luxemburgo.

O técnico do Verdão evitou falar sobre o assunto. “Eu tentando melhorar o time na tabela e você vem me falar do Santos? Vamos falar de Palmeiras que é melhor.”

<b>E MAIS:</b> <a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/novo/nota.php?ID=23849>Luxa convoca coletiva e pede para não ser cobaia</a>

Sem mais artigos