O volante Fernando, do Porto, já tem um pré-contrato com o Manchester City, segundo o site do jornal inglês The Independent noticia nesta quarta-feira (05). O acordo formal é para que o brasileiro de 26 anos se transfira em junho por um valor que beira os R$ 59 milhões.

O negócio, porém, não deve ser fácil. O presidente do clube português, Pinto da Costa, estaria furioso com a aproximação dos ingleses sobre seu jogador, e também não gostou nada do fato de o volante ter assinado um pré-contrato. O chefe teria até pedido ao treinador dos Dragões, Paulo Fonseca, deixar Fernando na geladeira até que ele vá para o City no meio do ano.

Mesmo assim, O Polvo, como é chamado em Portugal, deve manter sua titularidade, devido à sua boa fase e pelas poucas opções que Fonseca tem para escalar o time, que acabou de perder seu capitão Lucho González, que foi para o Al Rayyan, do Qatar.

A tentativa de trazer Fernando agora é mais urgente. Tudo por causa da última partida dos citizens, que perderam em casa para o Chelsea na segunda-feira (03), e um dos motivos do revés foi a falta que Fernandinho, machucado, fez ao setor. O argentino Martin Demichelis entrou no lugar do brasileiro e não aguentou o forte jogo dos Blues.

Outros jogadores da posição no elenco do City, o espanhol Javi Garcia e o inglês Jack Rodwell, não estão no melhor de suas formas físicas, o que faz a necessidade de reforços ainda mais real.

O time do técnico Manuel Pellegrini também sonda outro jogador do Porto, o zagueiro francês Eliaquim Mangala. Porém, este está mais próximo de acertar com o Paris Saint-Germain para a próxima temporada.

Sem mais artigos