O meia-atacante Rafael Bastos denunciou nesse sábado (28) por meio do Twitter que as autoridades da Arábia Saudita lhe negam o visto de saída do país e disse que se transformou em um “refém” do Al Nassr, clube defendido por ele desde dezembro do ano passado.

“Meus filhos e minha mulher choram! Minha família no Brasil se desespera. Minha mãe chora, e eu não sei mais o que fazer”, reclamou o jogador revelado no Bahia e que passou por Cruzeiro e Vitória.

O atleta de 28 anos destacou que sempre se esforçou ao máximo nos jogos pelo Al Nassr, clube pelo qual foi vice-campeão da Copa da Arábia Saudita.

“Hoje estou em casa, na Arábia Saudita, em Riad, uma cidade da qual aprendi a gostar, e jogo em um clube que passei a defender com todo o meu esforço e dedicação. E o que recebo em troca? Sou refém do Al Nassr aqui, não me dão o visto de saída”, relatou Rafael Bastos, que antes defendia o Cluj, pelo qual foi campeão romeno.

Sem mais artigos