Em vídeo divulgado nesta quinta-feira (11) pelo canal oficial
do Barcelona no YouTube, Lionel Messi relembrou seu início de carreira no clube
e elegeu Ronaldinho Gaúcho como a pessoa que mais o ajudou nesta época, quando
o brasileiro era tido como um dos melhores jogadores do mundo no momento, ainda
em 2003.

“Sempre disse que o momento que entrei no vestiário foi
muito fácil, porque Ronaldinho, e os outros brasileiros que estavam naquela
época – Deco, Sylvinho e Thiago Motta – me acolheram, e facilitaram as coisas.
Principalmente ele, que era a referência da equipe e aprendi muito ao lado dele”,
lembrou.

Para La Pulga, a experiência e a amizade que o brasileiro
lhe proporcionou foram fundamentais para sua adaptação nos profissionais do
time catalão.

“Foi uma grande ajuda. Nunca é fácil entrar em um vestiário
com 16 anos e ainda mais com a minha maneira de ser. Ronaldinho fez tudo ser
mais fácil. Tive a sorte de viver perto e compartilhar muitas coisas com ele.
Posso dizer que é uma grandíssima pessoa e isso é o mais importante”, comentou
Messi.

O atual melhor do mundo atribui ao camisa 10 do Atlético-MG
a guinada nas pretensões do Barça, que não conseguia tantos êxitos como quando
o gaúcho obteve sua melhor fase na carreira, entre 2004 e 2006.

“A época (de sua chegada) era ruim, e a mudança
experimentada foi terrível. No primeiro ano não ganhou nada, mas as pessoas se
apaixonaram por ele. Depois chegaram os títulos e ele fez essas pessoas
felizes. O Barça deve estar sempre agradecido a ele pelo que fez”, disse Messi.

O primeiro gol de Leo com a camisa azul-grená, foi aos 17
anos de idade, no dia 16 de outubro, em jogo do Campeonato Espanhol contra o Espanyol.
Coincidência ou não, a assistência foi de Ronaldinho Gaúcho.

Assista à entrevista completa de Messi no vídeo abaixo (em
espanhol, sem legendas):

Sem mais artigos