Surfistas profissionais e amadores do mundo todo prestam homenagens ao havaiano Andy Irons, que faleceu terça-feira nos Estados Unidos.

Irons conqusitou três títulos do Mundial de elite do Surf, o WCT, em 2002, 2003 e 2004 e venceu inúmeras etapas do Circuito ao longo de sua carreira.

O atleta de 32 anos foi encontrado morto em um hotel em Dallas. Há duas suspeitas sobre a morte do surfista: que ele teria contraído dengue hemorrágica em Portugal e que ele teria sofrido uma overdose de metadona, remédio controlado muito usado em casos de recuperação de dependência química.

O Bicampeão Mundial de Surf Mick Fanning comentou em seu Twitter: “Ontem eu perdi não apenas um competidor mas um amigo muito importante, um irmão. Andy Irons estará em meu coração por toda eternidade!”.

A ASP, Associação de Surf Profissional, que organiza o Circuito Mundial também prestou muitas homenagens ao atleta nesta quarta-feira.

Mick Fanning lamenta morte de Andy Irons no Twitter

Sem mais artigos