Machucado com gravidade no joelho esquerdo após ter sofrido uma dura entrada no jogo entre Monaco e Chasselay, na última quarta-feira (22), pela Copa da França, o atacante colombiano Radamel Falcao García não escondeu sua decepção com o problema, mas disse ainda ter esperanças de disputar a Copa do Mundo.

“Não vou esconder que minha tristeza é enorme, meu coração está destroçado, mas conto com uma esperança do tamanho de um grão de mostarda à qual me apego, e é suficiente para acreditar que minha expectativa pela Copa ainda está viva. Deus faz possível o improvável, e eu creio nele”, escreveu Falcao em sua conta no Twitter.

O atacante de 27 anos ainda agradeceu o apoio recebido de diversas partes do mundo, incluindo manifestações do presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, e dos clubes Porto e Atlético de Madrid, já defendidos pelo jogador.

“Quero agradecer a todos vocês por tantas mensagens de apoio nas últimas horas, me emocionei muito com as demonstrações de carinho vindas de diversas partes do mundo”, afirmou.

O Monaco divulgou um comunicado oficial sobre a lesão do jogador e quais serão os próximos procedimentos.

“Após a lesão sofrida nesta quarta-feira, Radamel Falcao se submeteu a exames médicos. O resultado é que o jogador tem uma lesão do ligamento cruzado anterior no joelho esquerdo. É necessária uma operação médica nos próximos dias”, disse o Monaco, que preferiu não informar o período de recuperação do atleta, embora tenha sido amplamente divulgado pela imprensa do mundo todo que ele está fora da Copa do Mundo

Sem mais artigos