<br> Após sediar o Mundial de judô, chegou a vez do Brasil sediar outra competição internacional importante. A partir desta quarta (19), até o domingo (23), acontece o Mundial de canoagem slalom em Foz do Iguaçu, e contará com mais de 300 canoístas de 65 países.

A competição, que servirá de seletiva para os Jogos Olímpicos de Pequim, terá provas nas categorias K1 (caiaque) masculino e feminino, C1 e C2 (canoa) masculino, além das competições por equipe. Segundo a Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa), 60 % dos canoístas que estarão em Pequim sairão do Mundial.

“Das 70 vagas para os Jogos do ano que vem, 46 serão definidas em Foz do Iguaçu”, conta o presidente da CBCa, João Tomasini Schwertner. As outras vagas serão definidas por meio de competições continentais no próximo ano.

O time brasileiro contará com 13 atletas. Gustavo Selbach, João Vitor Machado, Ricardo Taques, Milene Wolf, Poliana de Paula e Fabíola Fossem de Almeida competem no K1. Filipi Santin, Bruno Machado e Casio Petry lutam na categoria C1. Guilherme Salles/Tiago Nicola, Alan Schmidt/Ricardo Pacheco e Casio Petry/Bruno Machado, serão as duplas na categoria C2.

<b>Paraíso</b>

O local da competição também chama a atenção pela beleza. O Mundial será realizado no Canal Itaipu dentro do Canal da Piracema, criado para auxiliar os peixes a superar o desnível de 120 metros entre o reservatório do lago de Itaipu com o Rio Paraná.

O circuito é considerado por árbitros e atletas como o melhor da América Latina e um dos 10 melhores do mundo.

<b>Na Fórmula 1…
<a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/novo/nota.php?ID=21074>Para Hamilton, possível título não será manchado!</a>

Sem mais artigos