<br>
Em Xangai, numa partida equilibrada, a seleção brasileira perdeu por 2 a 0 para a Alemanha, que se sagrou bicampeã mundial de futebol feminino. Marta, artilheira da competição e eleita a melhor do torneio, perdeu um pênalti quando o placar apontava 1 a 0 para as européias.

Mesmo com a derrota, o Brasil chega a seu melhor resultado da história: foi a primeira vez que as meninas alcançaram uma final de Copa do Mundo. As alemãs, a lá Tricolor paulista, ainda terminam o torneio sem tomar sequer um gol.

O terceiro lugar ficou com a seleção dos Estados Unidos, que se recuperou da chapuletada no meio da semana e goleou a Noruega por 4 a 1.

Marta, Formiga, Cristiane e cia. mostraram a força do futebol feminino, que mesmo com pouco apoio demonstrou raça, garra e técnica impressionantes, coisa que anda um pouco esquecida nos comandados de Dunga e de Ricardo Teixeira.

Agora, caro internauta, fica uma pergunta no ar: as autoridades da bola tomarão vergonha na cara para termos enfim uma liga de futebol feminino no país do futebol?

Sem mais artigos