O revezamento 4x200m livre feminino do Brasil está fazendo história no Centro Aquático dos Jogos de Atenas. Nesta quarta-feira, dia 18 de agosto, durante as eliminatórias da prova, Joanna Maranhão, Monique Ferreira, Mariana Brochado e Paula Baracho conseguiram a façanha de classificar pela primeira vez um revezamento feminino para as finais de Jogos Olímpicos desde Londres-1948. De quebra, ainda superaram em quase cinco segundos o antigo recorde sul-americano da prova.

As brasileiras completaram o 4x200m livre em 8min05s58 e ficaram com o sétimo lugar das eliminatórias. Já a melhor marca sul-americana anterior era 8min10s54, estabelecida por Monique Ferreira, Mariana Brochado, Ana Carolina Muniz e Paula Baracho nos Jogos Pan-americanos de Santo Domingo, em 2003. As finais da prova serão nesta quarta-feira, dia 18, a partir das 19h30.

O resultado alcançado pelas brasileiras deveu-se também à mudança na ordem das nadadoras. Joanna Maranhão e Mariana Brochado trocaram de lugar. "Decidimos abrir a prova com a Joanna, que está muito bem na competição. Essa já tinha sido uma opção nos treinamentos", disse Ricardo Moura, chefe de equipe da natação, antes mesmo da disputa. Na formação anterior, Mariana Brochado abria a prova, enquanto Joanna era a terceira a nadar.

Em 1948, Eleonora Margarida J. Schmidit, Maria Angélica Costa, Piedade Coutinho e Talita de Alencar Rodrigues chegaram em sexto lugar no revezamento 4x100m livre.

Já Rebeca Gusmão ficou com o 20ο lugar na classificação geral dos 100m livre e não se classificou para as semifinais da disputa.

Sem mais artigos