Quarenta e três anos depois, o Santos volta a ser tricampeão do Campeonato Paulista. Com a vitória por 4 a 2 no estádio do Morumbi, o time da Vila Belmiro comemorou o terceiro título seguido de sua equipe no estadual e igualou o São Paulo com 20 conquistas do torneio.

Se no primeiro duelo, o gol demorou para sair, no segundo a tônica foi diferente. Logo no primeiro minuto de jogo, Alan Kardec, de carrinho, abriu o marcador pro Santos. A resposta campineira veio três minutos depois. Fabinho aproveitou falha de Rafael e mandou para o fundo da rede.

E a sequência frenética de gols continuou aos oito minutos. De pênalti, Neymar voltou a colocar o Santos na frente. A chuva de tentos continuou com 16 minutos. Bruno Mendes aproveitou cruzamento de Fabinho e mandou para o fundo da rede de Rafael.

O ritmo dos gols diminuiu, mas a intensidade da partida não. Com 32 minutos, Rafael fez uma linda defesa após chute de Medina. No último lance da etapa inicial, o goleiro santista brilhou mais uma vez ao sair bem do gol e evitar o cruzamento de Medina.

Firma em busca de reverter o prejuízo, o Guarani seguiu pressionando o Santos na etapa final. Mas as chances desperdiçadas não pararam.

Assim, o Santos voltou a ficar na frente do placar. Após linda jogada de Juan, o lateral passou a bola para Neymar fazer o terceiro do time na final.

Com o resultado praticamente definido, o jogo ficou franco com chances para os dois lados. Mas, mais uma vez, quem marcou foi o Santos. Alan Kardec recebeu passe de Ganso, driblou Emerson e botou números finais ao jogo.

Agora, o time de Muricy Ramalho foca as atenções na Libertadores. O adversário será o Vélez da Argentina. Já o Guarani disputará a Série B do Campeonato Brasileiro.

Neymar faz mais dois, Santos vence Guarani e volta a ser tricampeão após 43 anos

Sem mais artigos
Sair da versão mobile