Além de estar sendo questionado como titular da Seleção Brasileira por público e crítica, o atacante Robinho ainda teve outra má notícia na última quarta-feira, segundo a Folha de S. Paulo.

O atleta entrou na justiça para tentar cassar a liminar obtida pela empresa obrigando o jogador a cumprir o contrato de patrocínio na Holanda. O pedido, contudo, foi indeferido e, desta maneira, Robinho está obrigado a usar produtos da empresa e, caso não o faça, terá que pagar cerca de R$ 300 mil por dia.

O jogador mantém ação no Brasil para romper o contrato de patrocínio que mantém com a empresa, sob alegação de ter sido renovado sem seu consentimento em dezembro de 2010.

Nike ganha briga judicial contra Robinho

Sem mais artigos