Neste sábado (02), o Palmeiras foi até o Paraná e conquistou seu primeiro ponto após garantir o retorno à elite do futebol nacional. Em jogo muito brigado, mas com baixo nível técnico, o Verdão enfrentou o Paraná e o empate em 1 a 1 foi bom para os paulistas e ruins para os paranaenses, que agora vêem o grupo quatro melhores se distanciar ainda mais.

Com o estádio Durival de Britto completamente lotado, o time da casa partiu para cima desde o início, mas não conseguiu converter a pressão em gols. Com alguns desfalques no setor ofensivo, o técnico do Paraná, Dado Cavalcanti, mandou o time pra frente, inclusive com uma alteração ainda no primeiro tempo (o meia Henrique entrou no lugar do lateral Paulinho). Mas nada deu certo na primeira etapa. O Palmeiras, por sua vez, se concentrava em defender e buscar os contra-ataques.

No segundo tempo, a violência falava mais alto, com algumas entradas desproporcionais em alguns momentos. Apenas faltando dez minutos para o final saiu o gol de abertura do marcador. O ex-corintiano Edson arriscou chute forte da intermediária, a bola bateu na trave, dentro do gol e saiu. Depois de alguma polêmica, o árbitro confirmou o gol. Quando todos achavam que os três pontos ficariam com os anfitriões, Leandro, que voltava de suspensão, aproveitou passe de calcanhar de Alan Kardec, e bateu na saída do goleiro Luis Carlos.

O Palmeiras chegou aos 70 pontos, ainda nove a frente do vice líder Chapecoense. Já o Paraná ficou em situação complicada. Com 51 pontos, segue em oitavo, dois pontos atrás do Icasa, que fecha o G4 nesse momento.

Sem mais artigos