O Palmeiras entra em campo nesta terça-feira contra o Brasiliense, no Palestra Itália. Depois vencer o Santa Cruz em Recife, o técnico Jair Picerni resolveu manter o mesmo time. “A única dúvida era o Marcos, que estava sentido um pouco. Mas, ele já foi liberado e o time não terá nenhuma surpresa”, afirmou o treinador. Mesmo assim, o treinador não quer saber de muita euforia dos jogadores. “Começamos bem, mas ainda não conquistamos nada. A gente não pode esquecer disso”, concluiu.“Continuo com aquilo que eu sempre disse. Não ganhamos nada ainda. Só vamos poder comemorar quando nós conseguirmos o acesso para a Primeira Divisão”, afirmou também o jogador Magrão. O volnate tem presença garantida contra o Brasiliense. “Não senti nenhum tipo de dor na coxa e vou para o jogo”, disse.

Quem está empolgado para a partida é o atacante Vágner, que guarda boas lembranças do Brasiliense. “Foi contra eles que eu marquei o meu primeiro gol como profissional”, contou o jogador, relembrando o primeiro jogo do Palmeiras na Série B. O jogador, porém, não promete gols na partida desta terça-feira. “O importante para mim é o Palmeiras ganhar. Não interessa quem fizer os gols, o que vale é a vitória”, afirmou.

Os convocados para a partida foram os goleiros Marcos e Sérgio; os laterais Baiano, Lúcio e Marquinhos; os zaqueiros Daniel, Leonardo e Gláuber; os volantes Marcinho, Magrão, Adãozinho e Correa; os meias Élson e Diego Souza; e os atacantes Vágner, Edmílson, Muñoz e Thiago Gentil.

Sem mais artigos