<br>
Os goleiros do Palmeiras tiveram trabalho nesta quarta. Incomodado com a média de um gol por jogo de seu time, o técnico Vanderlei Luxemburgo priorizou as finalizações no treino.

O treinador, conhecido por ser exigente, não poupou broncas e gritos aos jogadores que erravam os chutes. Quem mais sofreu com o bombardeio de Luxa foi o lateral-esquerdo Valmir, por tentar ‘enfeitar’ demais na hora de finalizar.

Apesar disso, os jogadores dizem não se incomodar com a postura de Luxa. "Já estamos acostumados com as broncas. Alguma coisa está acontecendo se ele não falar nada (risos). Mas ninguém vai se abater por causa disso", ameniza o lateral-esquerdo Leandro.

<b>LEIA TAMBÉM:</b>
<a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/novo/nota.php?ID=23605>Especial: Guga, o Pelé do tênis brasileiro</a>

Sem mais artigos