Neste domingo, um acidente fatal em Interlagos, causou a morte de Rafael Sperafico, que corria pela categoria Stock-Car Light. Após perder o controle do veículo, o piloto Paranense, se chocou contra a barreira de proteção de pneus e voltou rodando para a pista, quando foi atingido pelo carro de Renato Russo, Sperafico morreu na hora, e Renato não corre risco de vida.

O piloto Ingo Hoffman, 12 vezes campeão da Stock-Car, coloca a culpa do acidente na barreira de pneus, que não absorveu o impacto e fez o piloto voltar para a pista. Para ele, o local deveria ter as barreiras conhecidas como “soft walls”, que abosorvem todo o impacto de um acidente.

“O fato é que nesse tipo de acidente nada pode ser feito. Temos o exemplo do Alessandro Zanardi, que perdeu as pernas num acidente parecido e só não morreu porque o carro bateu quinze centímetros mais para baixo. É preciso tirar aquela barreira de pneus dali. Se fosse um "soft wall", o carro escorregaria apoiado no muro”, diz Ingo.

Sem mais artigos