<br> Quem assistiu ao jogo do Milan, nesta quinta (4), viu: um carinha – torcedor do Celtic – invadiu o campo e passou a mão no pescoço do goleiro. Dida ameaçou ir atrás dele, mas desabou logo em seguida, como se tivesse sido machucado. Saiu de maca e foi substituído. Claro que os jornais italianos caíram de pau e acusaram o brasileiro de ter simulado tudo. O jogo terminou 2 a 1 para o Celtic.

O diário italiano <i>La Gazzetta dello Sport</i> estampou em sua página principal a frase "Didastro" (Dida ator), em referência ao goleiro brasileiro, destaque negativo na derrota do Milan.

"Esta derrota (…) corre o risco de cair no ridículo (…). A aparente encenação de Dida é a última tristeza de um Milan que volta a afundar", diz a crônica sobre o jogo.

Outros diários italianos também criticaram a simulação de Dida. O <i>Corriere dello Sport Stadio</i> traz na capa a manchete “Milan, lição para Dida". O <i>La Repubblica</i> chama a atitude do brasileiro de farsa, enquanto o <i>Il Messaggero</i> trouxe a manchete “Cena de Dida”.

O goleiro deve ter ficado envergonhado pelas duas falhas que cometeu no jogo e encontrou um jeito de sair sem ter que falar com os jornalistas.

Dida tem que melhorar sua interpretação, até porque o invasor teria que ter passado um estilete ou uma faca para ferir o goleiro. Mas alguém aí viu sangue?

<b>Leia também:
<a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/novo/nota.php?ID=21388>Dida é agredido em derrota do Milan na Liga dos Campeões!</a>

Sem mais artigos