O fenômeno Alexandre Pato, que foi vendido ao Milan depois de fazer apenas 27 partidas pelo profissional, foi convocando para a base da seleção olímpica que disputa um amistoso contra a seleção de craques do Brasileirão.

Ontem, durante o primeiro treino na Granja Comary, Pato disse que não quer ser visto como a estrela da seleção. “Não sou a estrela. Todos os outros jogadores que estão aqui foram bem em seus clubes. Estou aqui para ser mais um como todos os outros. Não sou diferente. Não jogo sozinho. Faço parte de uma equipe. E todos querem ser vencedores” disse o garoto de 18 anos.

O jogador não estás podendo atuar pela equipe italiana devido a legislação e só irá estrear em janeiro. Enquanto isso se concentra nos treinos e em jogos amistosos onde assume que entra como se estivesse em um jogo oficial. Pato atuou pela seleção sub-20 no último mundial, quando a Espanha eliminou o Brasil nas oitavas e diz estar trabalhando para ser convocado.

Sem mais artigos