<br>
Aconteceu, em Zurique, nesta semana, uma reunião do Comitê Executivo da FIFA para discutir medidas para melhorar o desenvolvimento do esporte dentro de campo. Pelé, que estava entre os presentes, propôs, entre outras coisas, que algumas faltas sejam cobradas sem barreira.

A proposta do Rei diz que nos casos em que a falta é cometida pelo último homem sem que o atacante esteja na direção do gol, um cartão amarelo é muito pouco como punição. Por isso, sua proposta diz que em todas as faltas cometidas pelo último homem fora da área, a cobrança seja feita sem barreira.

‘Esta seria uma forma de punir o infrator sem beneficiá-lo. Quando um atacante dribla dois ou três jogadores, a defesa rival faz a falta para parar a jogada e põe uma barreira na frente. Isto aborta todo o lance de gol. Se esta mudança for aceita, o número de faltas vai diminuir’, explicou Pelé, em declarações publicadas pelo diário espanhol <i>As</i>.

A proposta será analisada, junto com outras que foram apresentadas, e o Comitê Executivo se pronunciará a respeito em setembro ou outubro deste ano.

Rei, n. Por isso, Pelé sugere que,

Sem mais artigos