<br> Nesta quinta (18), os jogadores “estrangeiros” da seleção do Peru assumiram a culpa pelos maus resultados nas duas primeiras rodadas das Eliminatórias Sul-Americanas. Eles prometeram que, para o jogo contra o Brasil, dia 17 de novembro, em Lima, ele irão melhorar.

Antes de voltar à Inglaterra, local onde joga pelo West Ham, o volante Solano admitiu que o time cometeu muitos erros na partida contra o Chile.

“Precisamos estar concentrados como grupo”, afirma o jogador.

Solando não se diz surpreso pela vitória de 5 a 0 do Brasil sobre o Equador, e acredita que os peruanos sofreram para bater nos brasileiros.

“Será um jogo duro e difícil, mas temos tempo para pensar como corrigir as coisas”, diz.

O apoiador da seleção, Juan Vargas, concorda que o time vem cometendo muitos erros, e tem que melhorar.

“A responsabilidade é de todos. O jogo com o Brasil será difícil, mas não impossível. É preciso trabalhar, e quem for convocado deve vir com muita tranqüilidade e com vontade, com mentalidade ganhadora”, diz o atleta do Catania, da Itália.

O zagueiro Acasiete, do Almería, da Espanha, admitiu as falhas do setor defensivo, mas quer tirar pontos do Brasil.

Nas duas primeiras partidas, o Peru empatou com o Paraguai (0 a 0) em Lima, e perdeu para o Chile (2 a 0) em Santiago.

<b>Veja também:
<a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/novo/nota.php?ID=21653>Sem Valdivia, Chile bate Peru em Santiago!</a>

Sem mais artigos