<br>
Ele já foi considerado um autêntico camisa 10. Já foi disputado por grandes clubes do Brasil. Mas, hoje em dia, Petkovic mais parece empresário do que jogador de futebol.

Fora dos gramados – desde que se desligou do Santos, em dezembro do ano passado – o sérvio comprou uma franquia do Instituto Wanderley Luxemburgo, além de ser proprietário de uma pizzaria no Rio de Janeiro.

Apesar disso, Pet continua acompanhando o futebol e nega que tenha se aposentado. Sem esquecer de sua passagem pelo Flamengo, o meia se ofereceu para jogar na Gávea. "O Flamengo está indo bem nas competições. A torcida tem feito a diferença. Mas o elenco carece de algumas peças de reposição. O clube precisa de um meia como eu. Um autêntico camisa 10", disse o sérvio ao <i>Globoesporte</i>.

<b>LEIA TAMBÉM:</b>
<a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/novo/nota.php?ID=24174>Luís Fabiano vale 158 milhões. Vai querer, Real Madrid?</a>

Sem mais artigos